Pular para o conteúdo

Núncio

O Representante Pontifício

Núncio Apostólico

O Representante Pontifício não é um observador passivo e nem mesmo somente um embaixador empenhado a executar um plano imposto do exterior. É, ao contrário, o protagonista ativo, o artífice operoso de uma representação que diremos total, enquanto a sua missão deve adequar-se e até mesmo identificar-se com aquela do Papa […]. Essa assume os grandes temas conciliares, movendo da renovada visão da eclesiologia, no justo ordenar-se do ofício dos pastores das igrejas particulares com aquele do pastor da Igreja universal (Dom Alfio Rapisarda, Nuncio Apostólico no Brasil, 1992- 2002).

O atual Núncio Apostólico no Brasil
Giambattista Diquattro

Dom Giambattista Diquattro nasceu em 18 de março de 1954, em Bolonha. Em 24 de agosto de 1981, foi ordenado sacerdote na Igreja Catedral de San Giovanni Battista, em Ragusa, para o clero secular da diocese de Ragusa. Em 2 de abril de 2005, São João Paulo II o nomeou Núncio Apostólico no Panamá e lhe designou a Igreja Titular de Giru Mons. Ele recebeu a Ordenação Episcopal em 4 de junho de 2005 na Igreja Catedral de San Giovanni Battista em Ragusa. Em 21 de novembro de 2008, o Papa Bento XVI o transferiu para a Nunciatura Apostólica na Bolívia. Em 21 de janeiro de 2017, o Papa Francisco o designou para a Nunciatura Apostólica na Índia e no Nepal. Em 29 de agosto de 2020, o Papa Francisco o transferiu para a Nunciatura Apostólica no Brasil.

Biografia

Nomeação como Núncio Apostólico no Brasil:
29 de agosto de 2020

Predecessor:
Dom Giovanni d’Aniello

Mandato:
2020 –

Dados pessoais

Funções exercidas

Histórico dos Núncios no Brasil

  • Pietro Ostini † (17.7.1829 – 2.9.1832)
  • Scipione Domenico Fabbrini † (28.11.1840 – 7.1.1841 data da morte)
  • Ambrogio Campodonico † (30.3.1841 – 8.11.1845)
  • Gaetano Bedini † (28.10.1845 – 16.8.1847)
  • Lorenzo Barili † (13.5.1848 – 26.5.1851)
  • Gaetano Bedini † (18.3.1852 – 16.6.1856)
  • Vincenzo Massoni † (16.6.1856 – 3.6.1857 data da morte)
  • Mariano Falcinelli Antoniacci, O.S.B. † (14.12.1857 – 14.8.1863)
  • Domenico Sanguigni † (23.1.1863 – 30 Mar 1874)
  • Cesare Roncetti † (18.7.1876 – 28.7.1879)
  • Angelo Di Pietro † (30.9.1879 – 19.3.1882)
  • Mario Mocenni † (27.2.1882 – 16.12.1882)
  • Vincenzo Vannutelli † (22.12.1882 – 3.10.1883)
  • Rocco Cocchia, O.F.M. Cap. † (30.4.1884 – 23.5.1887)
  • Francesco Spolverini † (20.7.1887  – 1892)
  • Girolamo Maria Gotti, O.C.D. † (14.3.1892 – 29.11.1895)
  • José (Giuseppe) Macchi † (2.8.1897 – 21.7.1902)
  • Giulio Tonti † (21.7.1902  – 4.10.1906)
  • Alessandro Bavona (Bavaona) † (13.11.1906 – 2.2.1911)
  • Giuseppe Aversa † (27.2.1911– 4.12.1916)
  • Angelo Giacinto Scapardini, O.P. † (4.12.1916 – 1920)
  • Enrico Gasparri † (1.9.1920 – 14.12.1925)
  • Benedetto Aloisi Masella † (26.4.1927 – 18.2.1946)
  • Carlo Chiarlo † (19.3.1946 – 1.9.1954)
  • Armando Lombardi † (24. 9.1954 – 4.5.1964 data da morte)
  • Sebastiano Baggio † (26.5.1964 – 23.6.1969)
  • Umberto Mozzoni † (19.4.1969 – 5.3.1973)
  • Carmine Rocco † (22.5.1973 – 12.5.1982 data da morte)
  • Carlo Furno † (21.8.1982 – 15.4.1992)
  • Alfio Rapisarda (2.6.1992 – 12.10.2002)
  • Lorenzo Baldisseri (12.11.2002 – 11.1.2012)
  • Giovanni d’Aniello (10.2.2012 – 1.6.2020)

Fonte: Wikipedia